HOME

Vídeo da semana: Métodos Numéricos – Fatoração L.U.


O Educa Mais Professor é um projeto realizado por professores do Paraná preocupados com a boa educação de seus alunos. Nesse trabalho entendemos que nossos alunos necessitam de uma forma diferenciada de aprender por estarem inseridos em um mundo globalizado e que proporciona cada vez mais a inserção em um processo em que a tecnologia está diretamente inserida. Portanto, uma saída que pode se tornar eficaz para que as aulas se tornem mais atrativas para eles, é a complementação dos estudos feitos em sala de aula através de vídeos que contenham conteúdos relevantes para as aulas e que possam ser utilizadas pelos alunos e professores, mesmo que seja apenas em um concurso vestibular, ou ainda para aquisição de conhecimento.

Por isso o Educa Mais Professor está disponibilizando gratuitamente um material produzido em forma de vídeo que poderá ser utilizado por professores e alunos que desejam aprimorar seus conhecimentos em várias disciplinas que fazem parte da grade das nossas escolas.

Ninguém educa a ninguém, ninguém educa a si mesmo, os homens se educam entre si, mediatizados pelo mundo.

Paulo Freire

No campo da educação é comum se deparar com colegas de profissão que se queixam da dificuldade que apresentam em dominar as modernas práticas pedagógicas. Para que o profissional encontre caminhos que facilite transferir o discurso pedagógico da teoria para a prática são necessárias diversas atitudes a serem observadas, bem como inseri-las na prática educacional. Considerando a real importância em aplicar com clareza o conhecimento que possui, bem como propiciar o sucesso profissional e o desempenho significativo dos alunos, orienta-se estar atento a determinadas questões como:

  • Plano de Trabalho: é fundamental que o professor esteja atento, conhecer bem a turma para elaborar um plano de trabalho que deve ser voltado para o que fazer e como fazer;
  • Avaliação: é uma das principais formas de verificar o caminho que o aluno está seguindo, podendo descobrir suas reais dificuldades e necessidades, podendo interferir quando preciso e precocemente.
  • Contextualização: além de relacionar certo assunto com o cotidiano dos alunos, fazer uma relação de conceitos e conteúdos com as disciplinas.
  • Interesse do aluno x Conhecimento Próprio; instigar o aluno a adquirir o conhecimento prévio é uma atitude que compete ao professor.
  • Trabalho Interdisciplinar: a união das matérias propicia o conhecimento amplo do aluno, visto que um assunto passa a ser discutido e relacionado com diferentes disciplinas.
  • Seqüência didática: trata-se de uma série de aulas ministradas que não apresenta um produto final obrigatório e que leva os alunos ao desafio e aprendizado.
  • Temas Transversais: não são disciplinas, mas sim temas que são abordados constantemente nas disciplinas.
  • Tempo Didático: deixar claro os objetivos, estabelecendo o que quer ensinar; a forma como cada aluno aprende; a maneira que irá acompanhar o trabalho desenvolvido pelos alunos.
  • Inclusão: preparar-se para receber o aluno com deficiência, bem como buscar os conhecimentos que esse apresenta e a possibilidade que ele tem de evoluir em relação aos demais conteúdos propostos.

Ressalta-se que o professor que realmente tem amor pela profissão e consciência do importante papel representado na sociedade, percebe a necessidade de ser capacitado e busca se aperfeiçoar com a finalidade de poder oferecer uma educação de qualidade para seus alunos.

Por Elen Campos Caiado
Graduada em Fonoaudiologia e Pedagogia
Equipe Brasil Escola

Link: http://educador.brasilescola.uol.com.br/orientacoes/o-dominio-das-praticas-pedagogicas-na-sala-aula.htm

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>